No Ceará, Semana do Meio Ambiente terá ações contra o FRACKING

Plantio de árvores, palestras em escolas, estandes sobre temas ambientais , indígenas e climáticos, sessões de cinema e outras atividades culturais compõem a programação da Semana de Meio Ambiente, que acontece em Fortaleza, no Ceará, entre 30 de maio a 09 de Junho de 2016.

Representantes e parceiros da COESUS – Coalizão Não Fracking Brasil e pela Sustentabilidade – e 350.org Brasil,  entre eles o Fórum Ceará no Clima e Movimento Ceará Agroecológico, participam do evento e realizarão ações para informar a população sobre os riscos e perigos da técnica do fraturamento hidráulico, tecnologia altamente poluente para exploração do gás de xisto do subsolo conhecida como FRACKING.

O que é Fracking

FRACKING é o método não convencional altamente poluente para exploração de petróleo e gás de xisto (shale gas) que o governo brasileiro quer implantar no Brasil, sem nenhuma consulta à sociedade, aos prefeitos e vereadores, integrantes dos movimentos social e ambientalista, povos indígenas ou comunidades tradicionais. No processo são injetados milhões de litros de água, toneladas de areia e um coquetel com mais de 600 produtos químicos para fraturar a rocha e liberar o gás metano. Muitos destes produtos são tóxicos, cancerígenos, radioativos. Parte do fluído volta à superfície pela tubulação e chega às areias de rejeito; outra parte fica no subsolo e percola (sobe) através de micro fraturas da rocha até à superfície e também atinge os aquíferos e lençóis freáticos, contaminando o solo e o ar junto com o metano liberado.

Pelo menos 372 cidades em 15 estados brasileiros podem ser impactadas pela exploração pelo método FRACKING, isto porque a ANP já vendeu blocos em várias rodadas de licitações. Destes 15 Estados, o Ministério Público Federal, sensibilizado pela COESUS e parceiros sobre os riscos ambientais, econômicos e sociais, conseguiu suspender liminarmente os efeitos dos leilões em seis totalmente, e um parcialmente.

Durante uma semana, os coletivos e movimentos socioambientais que integram o Fórum Ceará no Clima manterão um estande com material informativo sobre o Fracking durante toda a semana. A programação inclui uma sessão de cinema do filme “Desobediência”, no dia 07/06 no Cine Teatro São Luiz, às 18h30, e um debate na sequência com o tema “Água para quem: Para uma maior justiça social e ambiental” em articulação entre o movimento global Liberte-se dos combustíveis fósseis e os movimentos socioambientais cearenses envolvidos na Convivência com o Semiárido.

Em 14 de maio, centenas de pessoas protestaram em frente à Termelétrica de Pecém, exigindo dos governantes que invistam em energias renováveis, como a solar, e deixem carvão, gás e petróleo no chão. Junto com o Fracking, as termelétricas são o que há de pior para as pessoas e para o clima e é fundamentar alertar a população sobre estas ameaças ao futuro do Brasil.

SEMANA DO MEIO AMBIENTE DO CEARÁ 2016

 

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA DO MEIO AMBIENTE 

30 DE MAIO À 09 DE JUNHO DE 2016

DATA ATIVIDADE
Segunda-feira

30 de maio

8h – Plantio de mudas de árvores de árvores nativas e outras atividades com o coletivo Jangu Ambiental, no bairro Jangurussu

 

10 h – Exposição Sabiaguaba: 5000 anos de história

(Contempla também a visita ao acervo do Ecomuseu Natural do Mangue da Sabiaguaba e plantio de vegetação de mangue).

A exposição segue até o dia 15.06.2016

Terça-feira

31 de maio

14h30 – Audiência Pública na Câmara Municipal de Fortaleza

Tema: A situação dos parques urbanos e as áreas verdes de Fortaleza

Requerida pelo vereador João Alfredo (PSOL), a audiência contará com as apresentações da situação dos parques Lagoa Viúva (Grande Bom Jardim), Rio Branco (Joaquim Távora), do Parque Natural das Dunas da Sabiaguaba (Sabiaguaba), Lagoa da Maraponga (Maraponga), Rachel de Queiroz (zona oeste) e do Açude Osmani Machado (Mondubim).

Quarta-feira

01 de junho

 

15h – Sessão Solene na Assembleia Legislativa

Homenagem às 14 etnias indígenas do Estado do Ceará:

Anacé, Cariri, Gavião, Jenipapo-Kanindé, Kalabaça, Kanindé, Pitaguary, Potyguara, Tabajara, Tapeba, Tapuia-Kariri, Tremembé, Tubiba-Tapuia e Tupinambá

Quinta-feira

02 de junho

 

Cine-debate na Ocupação do Minc CE:

Exibição do filme “Índio Cidadão? “

Do cineasta Rodrigo Siqueira.

Filme sobre a visão originária dos direitos constitucionais das Nações

Indígenas e da narrativa testemunhal do genocídio Kaiowá em marcha no Brasil.

 Trailler do filme: http://bit.ly/1z6DbtS

Sexta-feira

03 de junho

8 às 11h – Mutirão de limpeza no Parque Parreão e Blitz ecológica – (Projeto Pró-Parreão/UFC e ASSOPPRI)

 

15h – Ato Público na Praça do Ferreira

– Exposição de fotos

·        Exposição de fotos socioambientais do Bom Jardim, do fotógrafo Galba Nogueira em parceria com o Centro de Defesa da Vida Hebert de Sousa

 ·        Exposição de fotos – “Povo Pitaguary e a luta pela preservação ambiental”, do fotógrafo Alex Hermes

Estandes sobre temas ambientais

·        Ceará no Clima

·        Não Fracking Ceará

·        Perigo dos agrotóxicos

·        Instituto Verdeluz

Fala dos movimentos socioambientais

Peça de teatro do projeto Pensando Verde (Ybira)

Apresentações artísticas: participação dos integrantes do Maracatu Solar (aguardando confirmação).

– Artesanato indígena

Ciranda e Toré

Sábado

04 de junho

6h – Observação de Aves no Parque do Cocó

Com Thieres Pinto (biólogo) e Demitri Túlio (jornalista)

Domingo

05 de junho

16h às 19 h – Festa da Vida no parque Rio Branco

·        Música

·        Exposição de trabalho

·        Performance

·        Oficina

·        Teatro e muito mais

Terça-feira

07 de junho

18h30 – Cine-debate

Exibição do filme “Desobediência”

Trailer do filme: http://bit.ly/1WUDVT7

19h30 – Momentos da campanha global “Liberte-se dos combustíveis fósseis

Quarta-feira

08 de junho

14h – Seminário em Aracati

Tema: Não Fracking Brasil (técnica de fraturamento hidráulico).

Com a participação da comunidade, OPA, Instituto Terramar e Fórum Ceará no Clima

Programação completa em Aracati

30/05 a 05/06 – Palestras nas escolas, blitz ambiental, construção de fossa ecológica, visitas de campo. Temas: água (poluição e fracking), biodiversidade, políticas públicas,

Organização: Fórum Comunitário de Aracati, Filhos do Mangue, Comunidade Quilombola do Cumbe

Locais: Canoa Quebrada e Cumbe, em Aracati.

Quinta-feira

09 de junho

Lançamento do projeto de fotografias socioambientais no Bairro Bom Jardim,

com o fotógrafo Galba Nogueira em parceria com o Centro de Defesa da Vida Hebert de Sousa

 

 

Comente!

%d blogueiros gostam disto: