Campanha Não Fracking Brasil leva informação a milhares de participantes do Dia Sem Carro e 8º Caminhada pela liberdade religiosa no Rio de Janeiro

Neste último domingo, 20, representantes da Fundação Cooperlivre Arayara, COESUS – Coalizão Não Fracking Brasil – e 350.org Brasil estiveram no Rio de Janeiro para dois eventos de massa: Dia Sem Carro e a 8º Caminhada pela liberdade religiosa.

DSC_0227Milhares de participantes dos dois eventos puderam conhecer o que é fraturamento hidráulico, chamado fracking. A tecnologia para a extração de gás do folhelho de xisto é altamente danosa ao meio ambiente, pois contamina a água com produtos tóxicos e cancerígenos, torna o solo infértil e polui ar, além de fazer as pessoas e animais adoecerem.

“Nosso objetivo é levar informações sobre a ameaça do fracking, uma tecnologia de altíssimo risco de contaminação da água, afetando diretamente a produção agrícola e o abastecimento público, além de eliminar a biodiversidade. É um crime sob o aspecto de sustentabilidade ambiental e humana”, afirma o fundador e coordenador da COESUS, Professor Doutor Eng. Juliano Bueno de Araujo.

Mudanças Climáticas

No momento em que devemos estimular o uso da bicicleta como modal de transporte, que faz bem para a saúde ambiental e do ciclista, e a produção de energias limpas e renováveis para diminuir as emissões dos gases de efeito estufa, o Brasil vai na contramão da história.

Para a diretora da 350.org Brasil, Nicole Figueiredo de Oliveira,  sem consultar a sociedade, o governo brasileiro pretende explorar o gás não convencional (shale gas), o que certamente promoverá um aumento gigantesco nas emissões brasileiras, contribuindo para a intensificação das mudanças climáticas através do incremento da emissão de gases do efeito estufa.

350.org está construindo um movimento global para pressionar os governantes a investirem em energias limpas e renováveis, deixando os combustíveis fósseis no solo”, completa Nicole.

Além da equipe da Coalizão Não Fracking Brasil, também viajaram ao Rio de Janeiro dezenas de ciclistas de Curitiba e região metropolitano para participar do Dia Sem Carro no Aterro do Flamengo.

Apoio de Lideranças Religiosas

DSC_0254O segundo evento no Rio de Janeiro da campanha Não Fracking Brasil aconteceu na praia de Copacabana, onde centenas de participantes da “VIII Caminhada pela liberdade Religiosa: Eu tenho fé” promovida pela Comissão de Combate a Intolerância Religiosa – CCIR, também receberam informações sobre o faturamento hidráulico.

Antes da caminhada, lideranças religiosas de diversas denominações participaram de um encontro no Clube Israelita do Brasil. Os participantes da caminhada religiosa contra a intolerâncicatólicas, protestantes, espíritas, budistas, judaicas entre outras.

Segundo o presidente da Comissão Estadual de Combate à Intolerância, Ivanir dos Santos, o fracking precisa ser combatido, pois devemos proteger e defender a natureza de todas as ameaças.

“É preciso abrir espaço em nossas comunidades para debater o tema e ver como ajudar para impedir que isso aconteça no Brasil”, ressaltou.

Antes da caminhada, lideranças religiosas de diversas denominações participaram de um encontro no Clube Israelita do Brasil. Os participantes da caminhada religiosa contra a intolerância pedem que os crimes motivados pela religião sejam investigados e punidos. Também participaram da caminhada lideranças católicas, protestantes, espíritas, budistas, judaicas entre outras.

Comente!

%d blogueiros gostam disto: