O movimento global LIBERTE-SE DOS COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS realiza neste sábado, 14 de maio, duas grandes ações diretas e pacíficas nos estados do Paraná e Ceará. As manifestações são contra o fraturamento hidráulico (FRACKING) e as termelétricas, repudiando a política energética do governo brasileiro que insiste em investir nessas modalidades da indústria fóssil, poluente, injusta e altamente consumidora de água.

O LIBERTE-SE faz parte da onda global contra os fósseis – Break Free 2016 – que em maio promove ações em vários países e está sendo articulado no país pela 350.org Brasil, COESUS – Coalizão Não Fracking Brasil e pela Sustentabilidade -, Cáritas Paraná, Fórum Ceará no Clima, Repas, entre diversas organizações climáticas, ambientais e movimentos sociais. Veja um resumo das ações realizadas até agora no mundo no https://breakfree2016.org/ .

Para saber mais sobre o movimento e detalhes das ações no Brasil basta acessar https://liberte-se.org/ .

“Tomamos em nossas mãos o poder de mudança da matriz energética brasileira, e seguimos combatendo as termelétricas a carvão, gás, petróleo e o FRACKING. Ativistas climáticos estão ganhando as batalhas por um futuro justo e renovável, e juntos vamos derrotar a indústria fóssil”, garante a direto da 350.org Brasil e América Latina, Nicole Figueiredo de Oliveira.
Segundo o fundador da COESUS e coordenador de mudanças climáticas da 350.org, Eng. Dr. Juliano Bueno de Araujo, “o Brasil corre o risco de ter suas reservas de água de superfície e subsolo, as áreas de produção agrícolas e pecuária, bem como nossas cidades e reservas florestais contaminadas pelos produtos químicos usados no FRACKING, muitos deles cancerígenos e até radioativos”.

Marcha contra o Fracking – Umuarama, Paraná
Das 9 às 10h00 deste sábado, haverá uma marcha que sairá da Praça Miguel Rossafa, passará pela região central da cidade com destino à Câmara Municipal de Vereadores em apoio ao LIBERTE-SE DO FRACKING.
A partir das 10 horas, os vereadores de Umuarama realizarão uma sessão extraordinária para votar e aprovar Projeto de lei encaminhado pelo Executivo que proíbe operações de fraturamento hidráulico no município. A marcha contará com a participação de lideranças políticas e religiosas, estudantes e professores, trabalhadores e agricultores, ativistas ambientais e sociais, parlamentares e população em geral.
Contato em Umuarama – Coordenador de Campanhas Climáticas da 350.org, Juliano Bueno de Araujo – 41-9845-3000

Pelo fim das termelétricas – Comunidade Tradicional de Bolso – Ceará
Para a ação direta e não violenta a do LIBERTE-SE DAS TERMELÉTRICAS no Ceará, a concentração será às 13h30 na comunidade tradicional de Bolso pertencente ao território indígena Anacé e uma das que foi mais impactada pela indústria termelétrica e pelo Complexo Industrial e Portuário do Pecém. Os manifestantes protestarão pacificamente contra os enormes impactos da termelétrica: Emissões gigantescas de CO2 (mais do dobro de todos os automóveis particulares do estado); consumo de uma quantidade colossal de água (70 milhões de litros diários, suficientes para abastecer meio milhão de pessoas); liberação de pó de carvão a partir da esteira transportadora, provocando doenças respiratórias e de pele na região, entre outros impactos.
Contato em Fortaleza: Diretora da 350.org Brasil e América Latina – Nicole Figueiredo de Oliveira – 41-8445-0000

 

12803119_1329991590360312_3204749476663095342_n

Comente!