Reunião com representantes da Repas discute os perigos do fracking e participação no movimento global ‘Liberte-se’

Durante a tarde desta terça-feira, 15, representantes da Rede Evangélica Paranaense de Assistência Social (Repas) estiveram na sede da COESUS – Coalizão Não Fracking Brasil e pela Sustentabilidade – em Curitiba (PR) para uma reunião sobre a campanha Não Fracking Brasil e o movimento global ‘Liberte-se dos combustíveis fósseis’.

repas

A campanha é realizada pela COESUS, em parceria com a 350.org Brasil e dezenas de outras entidades não governamentais, organizações climáticas, especialistas, ambientalistas, academia, sindicatos rurais e de trabalhadores, parlamentares, todos unidos na luta contra o fraturamento hidráulico (FRACKING).

Fracking é a tecnologia minerária empregada na exploração do gás de xisto que utiliza milhões de litros de água, areia e um coquetel de produtos químicos, muitos cancerígenos e até radioativos. Através de um cano, insere-se a mistura até a rocha que está no subsolo para liberar o petróleo ou gás (shale gas). Altamente poluente, o fracking contamina os aquíferos, o solo e ar, provocando doenças crônicas como câncer e degenerativas em pessoas e até nos animais. Além dos impactos ambientais, fracking também prejudica a economia e saúde das pessoas, intensifica as mudanças climáticas e provoca terremotos.

Durante a reunião, o representante da COESUS e 350.org Brasil, Paulo Lima, enfatizou a importância da parceria com entidades como a Repas para levar informação e mobilizar a população sobre os riscos e perigos que o fracking representa.

“Precisamos impedir que as nossas reservas de água, nosso solo fértil e a vida das pessoas e todo o ecossistema sejam impactados pelo fracking”, afirmou Lima. Através de seu portal (www.naofrackingbrasil.com.br) a COESUS disponibilizará cursos de formação para capacitar mobilizadores em todo o país.

O Pastor Werner Fuchs, coorreuniao-repasdenador da Repas, está encaminhando uma série de ações para que a entidade ofereça a seus integrantes mais informações sobre o fracking, também do movimento global ‘Liberte-se dos combustíveis fósseis’ e discuta uma adesão formal à COESUS e participação no movimento que em maio fará diversas ações no Brasil.

Na primeira quinzena de maio, acontecerão no Brasil diversas ações em sintonia com entidades climáticas em vários países para pedir o fim dos combustíveis fósseis e uma transição para energias 100% limpas e renováveis. No Brasil haverá atividades escalonadas em quatro regiões – Norte, Nordeste, Sudeste e Sul. Para saber mais, acesse www.liberte-se.org e saiba como participar.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.